KWENDA – Cadastradas mais de 12 mil famílias em Cassongue

    0
    86

    O FAS – Instituto de Desenvolvimento Local, no âmbito do Programa de Fortalecimento da Protecção Social – KWENDA, já cadastrou, até o momento, 12.303 Agregados Familiares na Comuna do Dumbi, Município de Cassongue, Província do Cuanza-Sul.

    O cadastramento teve início a 13 de Dezembro do ano transacto e segue agora às demais comunas, nomeadamente, comunas de Atome, Pambangala e à Sede, prevendo atingir 40.000 Agregados Familiares. Após o cadastramento, os agregados serão submetidos a validações Comunitária, Institucional e Técnica para aferir se os critérios de selecção foram cumpridos na íntegra. Após esse processo, os seleccionados irão beneficiar das Transferências Sociais Monetárias.

    Além das Transferências Sociais Monetárias, que visam atribuir uma renda às famílias, o KWENDA comporta, igualmente, as componentes da Inclusão Produtiva, que tem como objectivo incluir as famílias em actividades geradoras de rendimento. A Municipalização da Acção Social é outra componente, responsável pela criação de Centros de Acção Social Integrados (CASI). Esses centros estão a disponibilizar diversos serviços aos munícipes, como a viabilização de documentos pessoais, intermediação de conflitos, entre outros. O Cadastro Social Único é a quarta componente, visando ajudar a criar no País uma base de informação sobre a vulnerabilidade no seio das famílias. Essa base de dados irá ajudar o Estado a traçar as políticas públicas.

    O KWENDA é da iniciativa do Governo de Angola, cuja responsabilidade de implementação está a cargo do FAS. Em vigor desde 2020, visa apoiar em todo o País 1.608.000 famílias angolanas em situação de pobreza e vulnerabilidade.