KWENDA Andulo caminha para beneficiar acima de 50.000 Agregados Familiares

0
170
Exif_JPEG_420

O Município do Andulo, na Província do Bié, caminha a passos largos, rumo à entrega das Transferências Sociais Monetárias aos 51.183 Agregados Familiares inscritos no Programa de Fortalecimento da Protecção Social- KWENDA.

Esta fase de entre entrega, que o FAS – Instituto de Desenvolvimento Local denomina como “pagamento em massa”, teve início a 25 deste mês.

Além das Transferências Sociais Monetárias, o KWENDA comporta outras componentes como a Inclusão Produtiva, que visa inserir as famílias dos Municípios alvos do programa em actividades económicas geradoras de rendimento, e no Município do Andulo mais de 4.000 mil famílias já beneficiaram desta componente. A Municipalização da Acção Social, que tem por objetivo aproximar os cidadãos dos serviços sociais básicos que se concretiza através dos Centros da Acção Social Integrado (CASI) onde são tratados registos de nascimento e Civil, bem como também mediar conflitos familiares. E o reforço do Cadastro Social Único, que é uma base de dados que congrega todas informações e dados necessários sobre os níveis de pobreza, para a elaboração de novas políticas.
O KWENDA é da iniciativa do governo angolano, visa apoiar as famílias em situação de pobreza ou vulnerabilidade no País.
Avaliado em 420 milhões de dólares, é financiado em 320 milhões de dólares pelo Banco Mundial e os restantes 100 milhões de dólares provenientes do Tesouro Nacional.
O Programa é operacionalizado pelo FAS, uma agência governamental dotada de personalidade jurídica, autonomia financeira e administrativa que em coordenação com outros programas de combate á pobreza contribui para o desenvolvimento sustentável das Comunidades.