FAS avança com cadastramento em CAMACUPA

    0
    217

    Depois dos municípios do Andulo, Nharêa e Cuemba, a equipa do FAS – Instituto de Desenvolvimento Local, no Bié, deu início, na última quinta-feira, 25 de Maio de 2023, ao cadastramento dos Agregados Familiares do Município de Camapupa.

    Segundo o Director do FAS-Instituto de Desenvolvimento Local naquela Província, Rizoni Chivembe, está previsto o registo de 31.500 Agregados Familiares das comunas de Muinha, Ringoma, Humpulo, Cuanza e Comuna Sede, num cadastramento casa-a-casa, sendo o fim previsto para o final do mês de Junho.

    Após o castramento, as famílias serão submetidas às validações Comunitária, Institucional e Técnica, processos que visam aferir, pormenorizadamente, se os requisitos de elegibilidade foram cumpridos na íntegra para beneficiarem das Transferências Sociais Monetária.

    Actualmente presente em 61 municípios, o Programa KWENDA é uma iniciativa do Governo de Angola que visa apoiar as famílias em situação de pobreza e vulnerabilidade. Além das Transferências Sociais Monetárias, o Programa KWENDA comporta as componentes da Inclusão Produtiva, que tem como objectivo incluir as famílias em actividades geradoras de rendimento. A Municipalização da Acção Social é outra componente, responsável pela criação de Centros de Acção Social Integrados (CASI). Esses centros estão a disponibilizar diversos serviços aos munícipes, como a viabilização de documentos pessoais, como Cédula e Bilhete de Identidade, intermediação de conflitos, entre outros. O Cadastro Social Único é a quarta componente, visando ajudar a criar, no País, uma base de informação sobre a vulnerabilidade no seio das famílias. Essa base de dados irá ajudar o Estado a traçar as políticas públicas.

    O FAS, entidade implementadora do Programa, é uma agência governamental com autonomia financeira e administrativa que, em coordenação com outras instituições, contribui para o combate à pobreza e desenvolvimento das comunidades angolanas.