Técnicos do CASI no Luau em sessão de capacitação

    0
    309

    Os técnicos do Centro de Acção Social Integrado (CASI) do Município do Luau, Província do Moxico, beneficiaram de uma sessão de capacitação em matéria de Asseguramento dos Serviços Prestados aos Cidadãos.

    Entre Assistentes da Administração, Técnicos do Sistema de Informação e Gestão de Acção Social (SIGAS), Psicólogos, Assistentes Sociais, Educadores Sociais, Activistas Sociais, Supervisores e Agentes de Desenvolvimento Comunitário e Sanitário (ADECOS)Técnicos do FAS e estagiários, foram abordados temas como Prevenção da Violência Baseada no Género, Descriminação Social, Apoio à Criança com Necessidades, Apoio à Famílias com Carências, dentre outras.

    Na ocasião, reflectiu-se, igualmente, sobre o histórico das ocorrências no que ao acompanhamento das famílias diz respeito, cujo quadro melhou significativamente com a criação do CASI, ao qual são apresentadas todas inquietações das comunidades.

    A sessão foi dirigida pelas Responsáveis das áreas de Salvaguardas Sociais e Ambientais e Municipalização da Acção Social, respectivamente, Helena Farinha e Anavilde Kassessa.

    Os CASI materializam a componente de Municipalização da Acção Social do Programa de Fortalecimento da Protecção Social – KWENDA, permitindo fazer chegar os serviços de acção social mais próximos dos cidadãos, assegurar os serviços complementares de Desenvolvimento Humano.

    Os principais domínios dos CASI prendem-se com o acesso a documentos de identidade (Registo de Nascimento, Bilhete de Identidade), intermediação de conflitos familiares e comunitários, protecção à vítima de violência doméstica, apoio à criança, à pessoa idosa e à pessoa com deficiência.No quadro desta componente destaca-se a Humanização dos Serviços e a Realização de Direitos.

    No caso das Transferências Sociais Monetárias, o CASI viabiliza a atribuição do benefício ao domicílio para pessoas com mobilidade reduzida, doentes, bem como o empoderamento da mulher e a inclusão de grupos étnicos minoritários como é o caso dos Khoisan e dos Vátuas.