Programa KWENDA vai ao encontro dos beneficiários “ausentes”

    0
    1289

    O Programa de Fortalecimento da Protecção Social – KWENDA continua a procurar pelos Agregados Familiares seleccionados no Município de Quilengues, Província da Huíla, que, por diversos motivos, estiveram ausentes nos dias agendados de pagamento, com vista a fazer-lhes chegar as Transferências Monetárias.

    O Centro de Acção Social Integrado de Quilengues foi um dos palcos encontrado pela equipa do Programa para atender aos “ausentes”. Seguiram-se depois as Comunas do Impilso e Dinde.
    Os Agregados Familiares do Município de Quilengues começaram a receber a primeira prestação das Transferências Monetárias no mês de Julho de 2021 e se estendeu até Setembro.
    As Transferências Sociais Monetárias, uma das componentes do Programa, consistem na atribuição de 25.500 Kz trimestrais aos Agregados Familiares seleccionados. Para o caso de Quilengues os beneficiários estão a receber em Cash.


    O KWENDA comporta ainda as componentes da Inclusão Produtiva, que consiste na inclusão dos beneficiários em actividades geradoras de renda. A Municipalização da Acção Social tem o objectivo de aproximar os serviços sociais aos cidadãos, através da criação de Centros de Acção Social Integrados (CASI). Quanto ao Reforço do Cadastro Social Único, é uma base de dados que irá reunir os dados dos cidadãos em situação de pobreza e vulnerabilidade através da qual se irá traçar as políticas públicas.


    O KWENDA é um programa do Governo angolano que visa apoiar as famílias em situação de pobreza e vulnerabilidade no País. Avaliado em 420 milhões USD, é financiado em 320 milhões USD pelo Banco Mundial, sendo os 100 milhões USD, provenientes do Tesouro Nacional.


    O Programa é operacionalizado pelo FAS, agência governamental, dotada de personalidade jurídica, autonomia financeira e administrativa, que, em coordenação com outros programas de combate à pobreza, contribui para a promoção do desenvolvimento sustentável das comunidades