Novos Formadores/Supervisores dos ADECOS capacitados

    0
    39

    participantes encerramento ADECOS - FASNo quadro da expansão da Política Nacional dos Agentes de Desenvolvimento Comunitário e Sanitário, realizou-se nesta sexta feira 15 de setembro, em Luanda, a cerimónia de encerramento da capacitação de 50 Supervisores/Formadores, que teve o seu início a 7 de agosto de 2017 nas instalações do Instituto de Formação da Administração Local (IFAL).

    O evento presidido pelo Director Geral do IFAL, Dr.  Graciano Domingos, foi palco para a apresentação de discursos em torno da importância e papel crucial dos ADECOS no desenvolvimento da vida das comunidades, por parte da Directora Geral Adjunta do Fundo de Apoio Social (FAS), Dra. Helena Farinha, instituição que coordena a actividade dos agentes no país.

    Estiveram ainda na mesa do presídio, representantes do Fundo Global, Dr. António Coelho e da União Europeia, Dra. Alba Valle, que na ocasião, lembrou no seu discurso que os objectivos dos DECOS, estão dentro das linhas de intervenção da instituição que representa e, enquanto financiadora, assegurou que a UE vai continuar a apoiar processos nesta natureza. De igual modo, esteve presente o Chefe da equipa da FIIAPP em Angola Dr. Josep Puig, instituição que assiste tecnicamente este processo.

    Os 50 formandos, provenientes de 17 províncias do país, que foram agraciados com certificados de participação, preencheram o acto com momentos culturais e uma mensagem onde, em linhas gerais, descreveram os passos sequentes do pós formação, com o destaque a incidir para a replicação aos ADECOS do aprendizado no IFAL, para que estes tenham ferramentas para   uma actuação eficaz junto das comunidades, visando o seu desenvolvimento.

    Os ADECOS cuja cerimónia de lançamento para a sua implementação aconteceu a 1 de setembro de 2016 em Malanje, desenvolveram actividades em 18 municípios das províncias do Bengo, Luanda, Lunda Norte, Malanje, Moxico e Uíge, o que constituiu a fase piloto. A extensão da actividade dos ADECOS vai abranger 21 novos municípios de 12 províncias do país que não faziam parte do pacote inicial.

    A acção de capacitação de 150 horas durante 24 dias, apetrechou os supervisores com módulos que descrevem o trabalho dos ADECOS na micro-área, promoção para a mudança de comportamento, acompanhamento materno-infantil, controlo e prevenção de doenças principais, famílias, higiene e saneamento básico, desenvolvimento, sistema de informático de gestão de base de dados.

    Das competências destes agentes de desenvolvimento importa enumerar o cadastro de famílias nas micro áreas de actuação, ainda, realizar visitas domiciliares a mulheres grávidas e recém-nascidos.

    O quadro de actividade preenche-se igualmente com a identificação de crianças fora do sistema de ensino, sem registo de nascimento, não vacinadas, combate à violência doméstica, promoção da saúde preventiva, acesso a serviços básicos, envolver-se em acções humanitárias e solidárias, como situações de seca, enchentes e gestão de casos de malária simples.