KWENDA- Termina validação no Município do Mungo

    0
    91

    O FAS – Instituto de Desenvolvimento Local, concluiu, no Município do Mungo, Província do Huambo , o processo de validação comunitária e institucional das listas provisórias dos 26.006 Agregados Familiares cadastrados no âmbito do Programa de Fortalecimento de Protecção Social – KWENDA.

    Foram validados 21.755 Agregados Familiares dos 26.006 Cadastrados, e foram recadastrados 8.755 Agregados. O acto contou com a participação dos Técnicos do FAS – Instituto de Desenvolvimento Local, Técnicos da Administração municipal, Supervisores, Estágiarios e Agentes de Desenvolvimento Comunitário e Sanitário (ADECOS).

    A Validação Comunitária consiste em levar até às comunidades as listas com os nomes de todos os cadastrados para que possam, cada um e de forma presencial, aferir se foi seleccionado. Ao mesmo tempo, é possível apresentar as reclamações caso o beneficiário julgue que o seu nome saiu na lista errada ou para aqueles que, por alguma razão, não se encontravam em casa por altura do cadastramento e que, por isso, ficaram de fora. Tanto num como no outro caso, as reclamações são registadas, imediatamente atendidas e resolvidas pelos técnicos no terreno, fazendo novos cadastramentos e recadastramentos para a produção de novas listas. No final da confirmação em cada bairro, aldeia ou comuna, é produzida uma acta que é assinada pelo Soba ou coordenador da zona, pelo ADECOS local e pelo Supervisor do FAS.

    O KWENDA é um programa do Estado angolano que visa ciar políticas de apoio às famílias em situação de pobreza e vulnerabilidade no País. Avaliado em 420 milhões USD, é financiado em 320 milhões USD pelo Banco Mundial, sendo os outros 100 milhões USD provenientes do Tesouro Nacional.

    É operacionalizado pelo FAS, agência governamental, dotada de personalidade jurídica e autonomia financeira e administrativa que, em coordenação com outros programas de combate à pobreza, contribui na promoção do Desenvolvimento sustentável e redução da pobreza.