KWENDA: Camacupa atinge 19.109 famílias cadastradas

    0
    282

    O FAS – Instituto de Desenvolvimento Local, no Município de Camacupa, Província do Bié, tem cadastrados até ao momento 19.109 Agregados Familiares, fruto da passagem por 201 aldeias, no quadro do Programa de Fortalecimento da Proteção Social – KWENDA.

    Liderada FAS, e integrada pelos Agentes de Desenvolvimento Comunitário e Sanitário (ADECOS) e três supervisores de ADECOS, dois técnicos da Administração Municipal e 15 escuteiros, a equipa de cadastradores já passou pelas comunas do Muehelo, Chississi, Mbimba, Sachingongo, Ndoca, Cheleca, Camele, Vizonlua e Cawila. Passou ainda pelas comunas de Cambinja, Chissanda, Calongue, Chissandananga, Pilo, Sawanga e Camanda.

    Com previsão de atingir 31.500 Agregados Familiares, seguem-se as comunas de Ringoma, Umpulo, Muinha e Kuanza.

    Além de Camacupa, o KWENDA no Bié já está nos municípios do Andulo e Nharêa.

    O registo das famílias de Camacupa teve início a 25 de Maio do corrente ano e prevê terminar a 20 de Julho próximo. Após o cadastramento, as famílias são submetidos a validações Comunitária, Institucional e Técnica, processos que visam aferir quem preenche os requisitos para beneficiar das Transferências Sociais Monetárias.

     

    Iniciativa do Governo de Angola que visa apoiar 1.608.000 Agregados Familiares e situação de pobreza e vulnerabilidade, o Programa KWENDA já está presente em 62 municípios do País.

     

    Avaliado em 420 milhões USD, é financiado em 320 milhões USD pelo Banco Mundial e em 100 milhões USD pelo Tesouro Nacional.

    O FAS, que o implementa, é uma agência governamental de dotada de personalidade jurídica e financeira. Em coordenação com outras instituições de combate à pobreza, contribui para a promoção do desenvolvimento sustentável das comunidades.