KWENDA: Cacolo já pagou 5.030 famílias

    0
    231

    Depois do arranque do KWENDA – Programa de Fortalecimento da Protecção Social no Município de Cacolo, Província da Lunda-Sul, no dia 30 de Maio de 2022, o Programa continua a percorrer a localidade. Até ao momento, já beneficiaram das Transferências Sociais Monetárias 5.030 Agregados Familiares, dos 6.555 previstos.

    Cinquenta e um mil Kzs é o total por Agregado, recebido em cash, que corresponde a seis meses.

    Cacolo é o segundo Município na Província da Lunda-Sul a ser abrangido pelo KWENDA, depois do Muconda onde foram pagos 6.087 Agregados Familiares.

    O FAS já passou por duas Comunas do Município.

    As Transferências Sociais Monetárias são a primeira componente do KWENDA, que se traduzem na atribuição de uma renda às famílias em situação de pobreza e vulnerabilidade através três modalidades: cash, cartão multicaixa e via telefone ou através de correspondentes bancários.
    O Programa comporta, igualmente, a Inclusão Produtiva, que visa apoiar as iniciativas económicas das famílias residentes nos Municípios alvo do Programa. A Municipalização da Acção Social, que está a se concretizar com a  criação de Centros de Acção Social Integrados (CASI), é outra componente. Os CASI têm o objectivo de aproximar os cidadãos aos serviços essenciais como aquisição dos Registos de Nascimento e Bilhete de Identidade, entre outros, bem como intermediar conflitos de vária ordem. O Reforço do Cadastro Social Único, a quarta componente, tem como objectivo reunir informação sobre a pobreza nas comunidades, de acordo com a qual o Estado irá traçar as políticas.