FAS partilha componentes e estratégia de comunicação do KWENDA em formação dirigida a 20 países de África

    0
    301

    O segundo dia de formação sobre Sistemas de Entregas das Transferências Sociais Monetárias, promovido pelo Banco Mundial, ficou marcado, entre outros, pela apresentação do FAS-Instituto de Desenvolvimento Local, que se debruçou à volta das componentes do Programa de Fortalecimento da Protecção Social – KWENDA, abrangência geográfica e quadro de resultados. Ao FAS, ficou, igualmente, reservada a partilha da estratégia e desafios da comunicação no processo de entrega das Transferências Sociais Monetárias.

    Dos participantes, como as equipas de Moçambique, Kenia, Nigéria, Ruanda e Madagascar vieram questões relacionadas aos critérios de vulnerabilidade definidos pelo KWENDA, como funciona a Municipalização da Acção Social, se os Centros de Acção Social foram criados pelo Programa ou se já existiam e quem era responsável pela gestão do Cadastro Social Único.

    Já no que diz respeito a comunicação, foram feitas perguntas como por que razão a comunicação do Programa não aproveita as rádios comunitárias, qual é a comunicação feita antes da selecção dos beneficiários, como é feita a intervenção pelos meios de comunicação tradicionais e como é feita a comunicação fora dos meios digitais.

    A acontecer nos escritórios do Banco Mundial, de 22 a 25 de Maio de 2023, a formação está a girar à volta do Sistema de Entra das Transferências Sociais Monetárias na África Oriental e Austral. Em formato online, é destinada a 20 países de África, sendo que os facilitadores são provenientes de várias partes do mundo, como Estados Unidos, Turquia, Colímbia, Itália e Brasi.

    Ontem, o FAS esteve representado pelos responsáveis da Municipalização da Acção Social, de Selecção e Pagamento, da Comunicação e o assistente de Monitoria e Comunicação, respectivamente, Anavile Cassessa, Aldemiro Zele, Félix Abias e Pedro Afonso. Contou ainda com as presenças dos directores provinciais do FAS em Luanda e Bengo, Ana Machado e Alexandre Domingos, respectivamente, bem como a coordenadora do Programa de Estágios do FAS e assistente de ADECOS, Lucinda Miguel, e a assistente de Desenvolvimento Local.