Director Regional do Banco Mundial de visita aos escritórios do FAS

0
174

Director Regional do Banco Mundial para Angola, São Tomé e Príncipe, Burundi e República Democrática do Congo, Albert Zeufack, visitou, hoje, 05 de Outubro de 2022, os escritórios do FAS-Instituto de Desenvolvimento Local. Albert Zeufack tratou com a equipa do FAS, as lições e os desafios do Programa de Fortalecimento da Protecção Social-KWENDA, a expansão para mais municípios, a Inclusão Produtiva e as principais linhas para o fortalecimento institucional no quadro da sustentabilidade do Programa.

Falando à imprensa, aquele alto responsável, afirmou que para o Banco Mundial o KWENDA representa um “programa de bandeira” no contexto africano pelo seu crescimento, a metodologia utlizada e a forma rigorosa e criativa como vem sendo implementado. Neste sentido, a equipa do FAS já foi convidada para partilhar experiência com outras regiões do continente africano. Frisou igualmente que existem desafios que as equipas devem continuar a tratar, como a gradual implantação nas zonas urbanas e periurbanas, o desenvolvimento das iniciativas de Inclusão Produtiva, bem como a graduação dos beneficiários. Por último, considerou de extraordinária valia o processo de estruturação do cadastro social e o facto do Programa KWENDA ter já o mais robusto sistema de registo, do País, com mais de dois milhões e trezentas mil pessoas em situação de pobreza e vulnerabilidade, o que é essencial para as políticas nacionais de protecção.

O Programa KWENDA, presente em 54 municípios do País, tendo já desembolsado 31 mil milhões de Kz, só de Transferências Sociais Monetárias, é uma iniciativa do Governo de Angola que tem como objectivo apoiar 1.608.000 famílias angolanas em situação de pobreza e vulnerabilidade. Avaliado em 420 milhões USD, é financiado pelo em 320 milhões pelo Banco Mundial, sendo os 100 milhões provenientes do Tesouro Nacional.