KWENDA-PRIMEIRO DIA DE PAGAMENTO RESULTA EM 410 BENEFICIÁRIOS NO CHONGOROI

0
78

No quadro da expansão do Programa de Fortalecimento da Protecção Social- KWENDA, foram pagos, hoje, 16 de Novembro de 2021, 410 Agregados Familiares em situação de pobreza e vulnerabilidade nos abirros de Cambandi e Calohanda, Município do Chongoroi, Província de Benguela.


Após um rigoroso cadastramento, feito casa a casa, nos Bairros e Aldeias mais vulneráveis que compõem o Município do Chongoroi, foram seleccionados 12.976 Agregados Familiares para as Transferências Sociais Monetária.


O acto simbólico contou com as presenças da Vice – Governadora de Benguela, Lídia Amaro, Administrador Municipal do Chongoroi, Ernestro Pinto, Directora Provincial do Gabinete da Acção Social Família e Igualdede de Gênero- GASFIG, Janice Neves, sendo que do FAS, estiveram presentes a Directora Geral Adjunta para Área Técnica, Teresa Quivienguele, e o Director Provincial do FAS em Benguela, Fernando Cristóvão.


Os beneficiários do Chongoroi estão a receber as Transferências Sociais Monetárias em cash. Quanto aos dados gerais, o Programa tem cadastrados 449.945 Agregados Familiares, dos quais 105. 177 pagos.


Além das Transferências Sociais Monetárias, que atribuem trimestralmente 25.500 Kz aos beneficiários, o KWENDA tem igualmente as componentes da Inclusão Produtiva, que tem como objectivo apoiar as iniciativas económicas das famílias, a Municipalização da Acção Social, que se concretiza com a criação dos Centros de Acção Social Integrados – (CASI) em todos os Municípios de intervenção. Os CASI vão aproximar os serviços essenciais aos cidadãos, como por exemplo o tratamento do Registo Civil e a intermediação de conflitos de vária ordem. O Fortalecimento do Cadastro Social Único, componente que vai enriquecer a base de dados da qual o Estado irã se basear para traçar as políticas públicas.

O KWENDA está avaliado em 420 milhões USD, sendo 320 milhões USD financiados pelo Banco Mundial e os 100 milhões USD, provenientes do Tesouro Nacional. O FAS – Instituto de Desenvolvimento Local é a instituição mandatada para o opereracionalizar o Programa.