KWENDA: FAS entrega Caprinos no do Curoca

    0
    447

    Realizou – se na passada segunda-feira, 13 de Março de 2023, no Município do Curoca, Província do Cunene, a entrega de 72 caprinos aos Agregados Familiares seleccionados no Programa de Fortalecimento da Proteção Social-KWENDA.

    A entrega enquadra-se na componente de Inclusão Produtividade, cujo objectivo é incluir as famílias em actividades geradoras de rendimento. A Inclusão Produtividade no Cunene já tem dado passos significativos, sendo que, nesta fase, foram beneficiadas oito (8) Famílias, recebendo cada uma (08) fêmeas e um (01) macho.

    Saliente-se que, enquanto implementador do Programa KWENDA, o FAS – Instituto de Desenvolvimento Local na Província, antes de fazer a entrega, tem sempre em atenção aspectos como desparasitar e vacinar os animais. Até ao momento, o FAS já fez chegar 675 aprinos às Famílias.

    Estiveram presentes no acto o Administrador do Município do Curoca, Manuel Taby, Administradora Comunal de Oncócua, Ana Donana Jamba, Director Municipal da Agricultura, Francisco Katiti, Directora Municipal da Acção Social, Josefina Kamufivano, Director Municipal de Desenvolvimento Económico, José Chitata. Estiveram igualmente Técnicos da CODESPA, Zacarias Pedro, e membros da comunidade local.
    Já o FAS esteve representado pelo Director Provincial, Eduardo Chilunda, técnicos e estagiários.

    Com a Inclusão Produtiva, várias Famílias deixam a condição de extrema pobreza e passam a actores económicos locais, gerando emprego e fonte de sustentabilidade, sobretudo nas actividades de agricultura e pecuária, pesca, artesanato, turismo rural, ambiental e cultural, transformação de produtos agro-pecuários, fundos rotativos de inclusão, caixas comunitárias, energias renováveis, entre outros.

    Dirigido às famílias angolanas em situação de vulnerabilidade, o KWENDA é um programa do Governo de Angola, cuja execução está a cargo do FAS – Instituto de Desenvolvimento Local.Está avaliado em 420 milhões de dólares e é financiado pelo Banco Mundial, com 320 milhões USD. Os outros 100 milhões são provenientes do Tesouro Nacional.