“O FAS pode receber muito dinheiro, mas se não investir em princípios e ética, tudo vai desmoronar”

0
228

O segundo e último dia do Encontro Técnico sobre a componente de Inclusão Produtiva, a ter lugar na Cidade do Luena, Província do Moxico, começou com orientações metodológicas do Director Geral do FAS, Belarmino Jelembi, durante as quais salientou a necessidade de haver ética no dia-a-dia da Instituição.

“Uma instituição como a nossa pode receber muito dinheiro, mas se não investe em princípios e ética, tudo vais desmoronar”, alerta Belarmino Jelembi, que acrescenta: “eu só levo para a minha casa o meu salário”. Belarmino Jelembi ressaltou ainda a necessidade de atenção para com a metodologia de implementação dos programas do FAS.

Participam no Encontro Técnico os técnicos das províncias de Malanje, Lunda-Sul, Lunda-Norte e Moxico. A Inclusão Produtiva é uma das componentes do Programa de Fortalecimento da Protecção Social-KWENDA que tem como objectivo apoiar as iniciativas económicas das famílias em situação de pobreza e vulnerabilidade.