Mais Supervisores dos ADECOs ao serviços das comunidades

    0
    73

    Mais 17 municípios das províncias de Zaire, Luanda, Malanje, Moxico, Lunda-Norte, e Bengo entram na estratégias de implementação do projecto ADECOS com a capacitação de 62 Supervisores/formadores pelo Instituto de Formação da Administração Local, em Lunda.

    O acto formativo, decorreu no período de 13 de Agosto à 7 de Setembro de 2018, sob coordenação do Fundo de Apoio Social (FAS), no âmbito da expansão da Política Nacional dos Agentes de Desenvolvimento Comunitário e Sanitário (PNADECOS), projecto este que abraça financiamentos do Banco Mundial, Fundo Global, Governo de Angola através do FAS/MAT e conta, de igual modo, com Doação da União Europeia.

    A formação de quase um mês de duração, capacitou Supervisores provenientes das unidades técnicas da saúde, da agricultura, das administrações municipais e supervisores da malária em cada um dos municípios seleccionados, totalizando quatro (4) participantes por cada município. Ora formados, os Supervisores receberam a missão de  seleccionar, formar os ADECOS e, posteriormente,  supervisionar e avaliar o desempenho dos mesmos, com base nos relatórios informativos sobre o bem estar das famílias.

    Com este evento, deu-se mais um passo, demonstrando que o processo para a busca de  melhores condições de vida  para as comunidades atinge cada vez mais, patamares significativos, o que exige de cada actor maior envolvimento.

    Ao culminar da cerimónia, o discurso de encerramento foi proferido pelo Inspector Geral do Ministério da Administração do Território e Reforma do Estado, Dr. Marcelo Beia que na ocasião, deixou umas notas de orientações aos recem formados, uma vez que serão eles a transmitirem aos ADECOS a nobre missão de expandir os serviços sociais no seio das comunidades. “Contem com o nosso apoio, cientes de que vão empenhar a fundo para fazer valer  o vosso papel”, disse o inspector.

    De recodar que, a primeira fase “piloto” do projecto ADECOS implementada até Dezembro de 2017, abrangeu 18 municípios em 6 províncias (Maquela, Sanza pombo, Negage, Uige, Quitexe, Tchitato, Lucapa, Cuango, Moxico, Luau, Camanongue, Icolo  e bengo, Ambriz, Nambuangongo, Caculama, Cacuso, Calandula e Malanje), contempla também a primeira experiência da gestão de caso simples de Malária a nível da comunidade, em Angola.

    Durante a primeira fase, foram formados  pelo IFAL, 36 Supervisores e formadores  municipais que por sua vez  formaram 530 ADECOS, dos quais  510 ADECOS estão contratados em regime de prestação de serviços pelas respectivas administrações municipais.

    No decurso do ano de 2018, o projecto ADECOS, foi expandido,  para mais 42 municípios das 18 províncias que completam o território angolano.

    Participaram ainda do evento, o Director Geral do IFAL, Dr. Graciano Domingos, Directora Geral Adjunta do FAS, Dra Helena Farinha e, igualmente o evento contou com as presenças dos Representantes da Visão Mundial, MINSA, MASFAMU, equipa da FIIAPP, outros parceiros do FAS e convidados.