Nota e imprensa

0
83

O FAS – Instituto de Desenvolvimento Local está a implementar, desde 2021, o Programa Nacional de Estágios Comunitários destinado aos jovens recém-licenciados ou finalistas em diferentes áreas do saber, com vista a aliar os conhecimentos teóricos à prática. É no quadro deste programa que nesta quinta-feira, 03 de Março de 2021, através do seu Director Geral, assina o protocolo de cooperação com a Universidade Privada de Angola (UPRA), representada pelo seu Magnífico Reitor, para que mais jovens recém-formados possam ter oportunidade de estágio, pelo que solicitamos a cobertura jornalística.

Sobre o Programa Nacional de Estágios Comunitários
O Programa de Estágios tem como objectivo proporcionar experiência de trabalho comunitário aos recém-licenciados (últimos dois anos) das instituições públicas e privadas,com vista a desenvolverem as habilidades e competências profissionais e estarem melhor preparados para enfrentar o mercado de emprego.

Absorver uma postura consentânea com o ambiente de trabalho em que esteja inserido por via do aperfeiçoamento de conhecimentos técnicos e profissionais, bem como desenvolver competências profissionais, de acordo com o perfil de saída que salvaguarde a melhoria qualidade dos serviços prestados à comunidade no âmbito da sua profissão;
Possibilitar ao estagiário um contacto directo com situações reais que lhe permitam fortalecer as competências adquiridas no plano teórico.

Para a materialização do mesmo, o FAS estabeleceu acordos de parceria com as instituições de Ensino Superior, Públicas e Privadas, nas 18 Províncias de Angola. O Estágio Comunitário tem a duração de seis (6) meses. Os beneficiários são residentes das Províncias alvo do Programa, cuja faixa etária vária dos 22 aos 30 anos de idade. Até ao momento, o Programa faz acompanhamento de 109 estagiários, dos quais 72 do sexo feminino.
O FAS é uma agência governamental, dotada de personalidade jurídica, autonomia financeira e administrativa. Em coordenação com outros programas de combate à pobreza, o FAS contribui para a promoção do desenvolvimento sustentável das comunidades.